• WMCOM

O que você tem mais?

“Se você tem mais dinheiro que cérebro, deve focar em Marketing de Interrupção. Se tem mais cérebro que dinheiro, deve focar em Inbound Marketing” - Guy Kawasaki.


Para entender essa frase, primeiro vamos as definições: O Marketing de Interrupção é qualquer ação de marketing que interrompe a atenção ou atividade do público para ser apresentada. Esse tipo de ação busca prender a atenção das pessoas, independente se elas estão interessadas ou não. Alguns exemplos de Marketing de Interrupção são propagandas de rádio e TV, panfletagem, e-mail em massa (SPAM), Televendas, que atrapalham o que você está vendo ou fazendo, sem a sua permissão.


Já o Inboud Marketing é o oposto disso, ele busca “pescar” a atenção da persona, ao invés de “invadir”. Conhecido também como marketing de atração, essa ação busca atrair as pessoas por meio conteúdos informativos e interessantes em blogs, podcasts, vídeo, e-Books, newsletters, whitepapers, SEO e outras formas de marketing de conteúdo.


Quando Kawasaki coloca essa frase, o que ele tem a dizer é simples: Se você tem muito dinheiro para investir, mas não pensa muito nos resultados dessa ação, você deve focar em Marketing de Interrupção. Você pode gastar muito, mas mesmo assim, talvez a sua ação não seja eficaz, pelo contrário, acabe gerando desconforto nas pessoas.


Todavia, se você não possui muito dinheiro para investir, mas mesmo assim, consegue pensar em manobras diferentes, o seu objetivo é Inbound Marketing. Com essa ação, além de gastar pouco, você oferece às suas personas informações sobre seu produto e faz com que ela se interesse e busque saber mais. A ideia principal não é ir atrás do cliente, e sim despertar o interesse dele para que ele venha até você e se interesse pelo que a sua empresa oferece. Os resultados normalmente vêm de médio a longo prazo, mas cria uma ligação forte entre empresa e cliente.


E você, em qual estratégia se encaixa?

50 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo